Baías e Baronis - FC Porto vs Sampdoria

foto retirada do MaisFutebol


Ao segundo jogo no Dragão houve mais uma vitória mas com uma diferença: um jogo bem mais conseguido, pelo menos até ao intervalo. Viu-se um meio-campo extremamente móvel, um Hulk em boa forma e um surpreendentemente calmo Maicon. Gostei do jogo, para lá da festa de apresentação que mesmo sem estrelas nas surpresas, foi decente e teve um piadão ver os "árbitros" a pavonearem-se para a bancada. Quem não faz a menor ideia do que estou a falar...esperem até o video aparecer na net. Vamos a notas sobre o jogo que é o que interessa:









(+) Hulk. O animal está em forma. Arranques fortes, com individualismo q.b. mas sempre a ver como o jogo se vai desenrolando. Continua a apoiar pouco à defesa mas é na frente que tem de estar, sempre à espera da bola na linha para partir tudo à frente. O golo que marcou é a prova que não se pode substituir Hulk sem pensar dez vezes no assunto. É que de vez em quando sai um balázio daqueles que decide um jogo.

(+) Maicon.  Surpreendente, no mínimo. Esteve certinho em todos os lances em que se viu envolvido e já como no ano passado pareceu mostrar, especialmente no jogo da Taça frente ao Sporting no Dragão, lê bem o jogo e não inventa quando corta a bola. Parece ser a primeira escolha para substituir Bruno Alves por isso espero que se torne mais rápido só um bocadinho.

(+) Moutinho. É como o algodão. Branquinho e fofinho. Ah, e não engana. Sabe jogar, tem timing de passe quase perfeito e encaixa-se direitinho na táctica para o meio-campo de Villas-Boas. Pode ser a nossa figura do campeonato, a par de Hulk, claro.

(+) Fernando. Não tenhamos dúvida, o rapaz vai continuar a ser titular. É dos melhores jogadores que já vi em termos de leitura de jogo defensiva (a par de Costinha) e só peca quando sobe um pouco no terreno e tenta fazer passes com a mesma força que quando o fazia a vários metros a mais de distância. Com o novo esquema do meio-campo vai ser obrigado a jogar mais à frente e só lhe falta acalmar um bocado a cabeça para passar melhor a bola. Gostei de o ver a subir nos cantos, o que com Jesualdo era proibitivo.

(+) Nova dinâmica do meio-campo. Uma mudança radical em relação ao rígido 1-2 de Jesualdo. Os jogadores estão em permanente movimento quando a bola está do nosso lado, e quer Moutinho quer Ruben vêm atrás buscar a bola, com Fernando a subir para a entrada da área, ou Moutinho trocava com Ruben e Fernando saía com a bola controlada. Gostei, quero mais!









(-) Ruben Micael. Muito abaixo do costume, falhou passes fáceis e difíceis e andou longe do jogo. Algumas boas combinações mas quando começar a doer exige-se mais de Ruben. Nota-se que sabe jogar à bola mas este ano, ao contrário do ano passado, vai ter ao lado um outro médio também criativo que também o sabe fazer. E sabe-se como o pessoal gosta de comparações...

(-) Sereno. Palavra de honra se não é igualzinho ao Pedro Emanuel quando chegou do Boavista em 2002. Cada vez que chegou perto da bola foi sinónimo de falta, e pela segunda semana consecutiva teve a lata de mandar uma patada num adversário e nem amarelo levar. Cheira-me que vai passar um monte de jogos na bancada, castigado.

(-) Ritmo lento. Sei que ainda temos 2 semanas até ao primeiro jogo a sério mas é preciso continuar a esticar o ritmo da primeira parte por mais de 45 minutos. Devagar chega-se lá mas a segunda metade do jogo foi entediante demais...



Foi melhorzinho que contra o Ajax, particularmente no meio-campo e na dinâmica nova que a equipa já começa a mostrar. Os laterais sobem bastante e a malta começa a gostar. Bastou ver que só houve assobiadelas mais para o fim, quando os rapazes já estavam cansados e o ritmo era muito baixo. Ainda assim foi um bom fim-de-tarde de Domingo, deu para rever a malta do costume, trocar duas ou três ideias sobre o plantel e esperar que venha Walter ou Kléber ou quem quer que seja. Se vier por bem, será bem acolhido.

4 comments:

Orgulhoazulebranco disse...

Ainda bem que gostaste Jorge,bem sei que não foi nada de especial mas foi feito com um enorme esforço,dedicação e paciência(desde as 14 horas lá,com uma tosta do caraças e duas garrafinhas de água por cada um) de todos os 200 adeptos que por lá andaram a ""dançar"".

Quanto ao jogo,concordo.Fico mais "descansada" quanto ao Sereno,tbm fiquei WTF quando li essa apreciação no MF x)
Estamos a subir,sem dúvida.Estou ansiosa por ver aquela defesa com Alvaro Pereira mais as suas cavalgadas(adorava que o Fucile tbm ficasse)

dragao vila pouca disse...

Evolução

Quem viu o jogo frente ao Ajax e viu este, notou uma melhoria clara, nítida da equipa portista. Muito mais compacta, muito mais agressiva, muito mais organizada e a durar muito mais, junto a uma pressão alta e uma posse de bola, que em alguns momentos, foram uma espécie de regresso ao passado, antes de Jesualdo. Houve uma notória evolução do jogo portista e se ainda há muito a melhorar, quem foi hoje ao Dragão, já saiu de lá com outra cara, outro estado de espírito e no meu caso, com uma certeza, a certeza que temos treinador. Temos treinador, meus caros, porque perante tantas incertezas, tantas indefinições, com tudo o que isso significa e fazer evoluir a equipa tanto, numa semana, é motivo para estarmos optimistas em relação a André Villas-Boas. Até agora, se há quem não esteja a corresponder às expectativas, não é o jovem treinador do F.C.Porto... Disse atrás que há coisas a melhorar e o que há a melhorar é principalmente na defesa. Não há boas equipas sem boas defesas - embora hajam excepções à regra: estou a lembrar-me, por exemplo, do Brasil em 70 - e sem um bom guarda-redes. Se na baliza, estamos bem com Helton, Beto e Kieszek, se Maicon e Rolando, garantem alguma segurança no centro e Álvaro é uma certeza, com um bom substituto, E.Rafael - a partir de agora, Rafa. Vá lá saber-se porquê...- para a lateral-esquerda, já no centro e se Bruno Alves sair, temos de ir ao mercado e contratar um jogador de qualidade. Sereno, voltou a não me convencer e se for só o que tem mostrado...meu querido André Pinto! Para o lado direito as coisas são semelhantes. Não gostei de Miguel Lopes, nada mesmo e Sapunaru, embora melhor, não me dá garantias totais. Também aqui, se Fucile sair, o ideal seria contratar alguém, mas com dois laterais apresentados, tenho algumas dúvidas que seja essa a opção.

Muito gente boa no meio-campo. Fernando muito bem e muito mais capaz de ir à frente. Bem Belluschi, J.Moutinho, Souza - este rapaz tem pinta! -, menos bem Rúben Micael, a acusar a paragem, muita sofreguidão em Castro a querer mostar serviço depressa e depressa e bem...e ainda falta Guarín...Meireles, se não sair será a surpresa do defeso.

Idem para o ataque. A Falcao, só está a faltar um bocadinho assim...Hulk, continua com alguns defeitos do passado, mas é capaz de resolver e de que maneira!, James - chico, você me encanta! - quer ter bola, pede bola, assume, vai para cima...e marca maravilhosamente os cantos. Tentou marcar livres, mas ainda lhe falta estatuto. Grande regresso de S.Varela. Esteve parado quantos meses? Não se notou nada! O Cebola, já esteve melhor, mas ainda longe do que pode fazer e Ukra, jogou pouco e a ponta-de-lança...

Um abraço

Dragaopentacampeao disse...

Sintonia perfeita com os teus Baías e Baronis, bem como com a apreciação do jogo.

Falta ainda, a meu ver, um teste mais exigente, para aquilatar da real capacidade actual da equipa.

Quer Ajax, quer Sampdória, acusaram a responsabilidade de jogar em casa de adversário tão cotado e talvez por isso tenham arriscado pouco.

Gostava agora de ver esta equipa frente a um adversário mais ambicioso e perigoso, antes das competições oficiais.

Um abraço

Tiago Araújo disse...

Boas,

O FCPorto apresentou-se ontem com um plantel mais ofensivo ao contrário do que tinha sido do jogo com o Ajax. O treinador André Villas Boas quererá um plantel assim mais veloz... O jogo podia ter terminado 2-0 mas com os italianos a cruzarem a bola Emidio Rafael corta a bola com a mão e foi grande penalidade e assim o jogo ficou 2-1.

abraço

http://campeoesfcporto.blogspot.com

© 2008 Por *Templates para Você*