Baías e Baronis - Sporting vs FC Porto

Foto retirada do MaisFutebol

Vi o jogo em casa de amigos, com uma emissão via internet que soluçava tanto como Maicon na defesa portista. Depois de chegar a casa, revendo o jogo, fiquei com a mesma ideia: correu bem. Correu particularmente bem porque esta equipa do Sporting que jogou hoje não foi a mesma que tinha vindo a jogar nas partidas anteriores. Foi mais rija, mais agressiva e mais matreira, factos aos quais não serão alheios a presença de dois jogadores bem mais experientes no onze como Pedro Mendes e Liedson, que cada um à sua maneira trataram de dar cabecinha ao resto dos colegas. Ainda assim não posso dizer que jogamos bem, longe disso. Fomos uma equipa mais lenta, menos solta e incapaz de conseguir superar as falhas individuais que foram muitas e que quase davam a primeira derrota oficial da época. Ou seja, o FC Porto ganhou um ponto, não perdeu dois, por muito que queiram pintar o quadro desta forma. E nem o golo de Valdés em fora-de-jogo pode mudar isso. Vamos a notas:









(+) Falcao Foi o melhor jogador do FC Porto. Marcou mais um golo à ponta-de-lança, a aparecer no sítio certo na altura certa, e andou todo o jogo a recuar para vir buscar a bola e a lutar para a receber mais vezes e com mais espaço. Devia ter marcado logo no início do jogo.

(+) Hulk Não fez um grande jogo, longe disso, mas soube recuar quando era preciso, soube fortalecer o flanco defensivo ao aparecer perto do lateral que jogava por trás dele, por vezes bem perto do colega, o que ajudou a tapar a subida dos flanqueadores do Sporting. Fez mais uma assistência para golo e tentou sempre rasgar a defesa contrária, com pouca sorte.

(+) FC Porto com 10 jogadores Tal como tinha acontecido na Turquia, voltei a gostar de ver a equipa a jogar com menos um jogador. Continuo a achar que a maior parte dos Portistas exigem demais da equipa, mesmo quando era notório que o jogo não estava a correr bem, a outra equipa corria mais, mostrava uma determinação acima da média e as contrariedades do jogo obrigavam a que se estruturasse bem a equipa para evitar chatices. Esteve bem Villas-Boas, a retomar os quatro defesas e a fazer recuar as linhas. Um ponto é melhor que nenhum e o campeonato ainda é longo.

(+) Sporting Não via o Sporting a jogar com tanta garra há muito tempo. Superou o FC Porto em determinação e em vontade de jogar um futebol mais positivo, o que é obra tendo em conta o que tinha vindo a fazer há uns meses para cá. A isso não foi alheio a opção de Paulo Sérgio de colocar três caceteiros no meio-campo, prontos a acertar em tudo o que mexia que estivesse vestido de azul-e-branco. Se tivesse começado o campeonato assim, garanto que não estariam nesta posição.










(-) Fernando Não me importo que um jogador como o Fernando, que jogue na posição onde ele habitualmente alinha, acabe por falhar alguns passes. É natural tendo em conta que faz uma quantidade bem mais alta de passes que uma boa parte dos seus colegas. Ainda assim, hoje falhou demais. Perdeu muitas bolas em zonas perigosas e pôs várias vezes a defesa em risco com os buracos que abriu pelo centro do terreno com as distrações parvas que teve especialmente com Liedson por perto. Não pode continuar a falhar desta forma.

(-) Maicon Por muito que Valdés estivesse fora-de-jogo (e estava, se bem que me cheira que não vai ser dada a relevância que devia, como aconteceu com o golo de Saviola no ano passado na Luz), não pode nunca facilitar perante o adversário como fez hoje. A expulsão é na minha opinião um erro do árbitro graças à matreirice de Liedson, mas Maicon peca ainda pela lentidão quando enfrenta um adversário como aquele. E no ano passado tinha sido tão perfeito a marcá-lo no Dragão por isso desiludiu-me um pouco hoje.

(-) Belluschi Nunca conseguiu soltar-se da pressão do meio-campo do Sporting e consequentemente nunca apareceu em jogo. Com Moutinho permanentemente a levar calcadelas e pontapés mal se aproximava da bola, Belluschi teria o papel de aparecer surgir mais disponível que o colega para poder levar a bola onde pudesse. Não o fez. Era complicado contra um meio-campo de caceteiros, mas já o vi a fazer excelentes jogos contra estruturas similares que lhe apareceram à frente. Hoje não foi um deles.

(-) Maniche O que dizer acerca desta personagem? Do alto dos seus 173 centímetros de altura e 300 de largura andou a tentar atingir tudo o que via, acabando por dar uma bela duma patada JetLiana em Moutinho, culminando com um jogo inteiro de perseguição por parte do trio maravilha do meio-campo sportinguista. André Santos tentou, mas é puto e ainda não sabe acertar bem nos sítios certos; Pedro Mendes também varreu muita relva e perna à cacetada mas sem classe. Já o Gordiche, com a finesse que lhe é reconhecida, marcou a diferença da experiência...marcando os pitões na coxa de Moutinho. Expulsão? Nada disso. Comentário de Miguel Prates na SportTV: "É uma jogada de Maniche por trás, perigosa.". E mais nada.

(-) Liedson É um grande jogador, não tenho dúvidas. Enerva-me vê-lo a correr a todos os lances, como um Derlei mais magro ou um Lisandro mais brasileiro, nunca dá uma bola como perdida e é vital na equipa do Sporting, nem que não marque golos. Parece que me falta alguma coisa aqui...ah, sim, é a inteligência de conseguir sacar faltas que o árbitro (seja este ou outro qualquer) consistentemente dá como a favor dele quando o máximo que aconteceu foi uma leve brisa que o abanou e da qual soube tirar partido. É ridículo que depois de tantos anos a criticarem os jogadores que pervertem a lei do jogo continuem a dar guarida a este mulato anorético e a permitirem que roubem jogadores a uma partida que, mais inocentes ou inexperientes, caiam na rede de Liedson. Não sou gajo de advogar à violência, mas se é para tirar faltas, então que se lhe acerte com força. Pode ser que para a próxima pense duas vezes antes de se lançar para o terreno sem ninguém lhe tocar com a força que simula ter sido exercida...


Um empate em Alvalade não é um mau resultado e custa-me ver que muita gente pensa assim. Neste tipo de jogos interessa não perder e esta foi mais uma batalha em que não saímos derrotados e que nos continua a suportar no caminho da vitória final. Podíamos ter jogado melhor e mais soltos, especialmente na primeira parte que acabou por ser aborrecida e sem chama, mas alguma inépcia individual somada a diversos erros de arbitragem em alturas chave do jogo acabaram por tornar a tarefa mais complicada. Não foi bom mas também não foi mau de todo.

25 comments:

João disse...

Boas Jorge,

Pela primeira vez acho que vou discordar ctg. Desta vez não atribuía nenhum baia para a nossa equipa, talvez só mesmo para o Falcao.

O Hulk não vez nada o jogo todo, foi sofrível. Ele atacou várias vezes pelo flanco onde eu estava sentado e não o vi fazer um passe ou uma finta de jeito. Não percebi a do AVB, na disposição táctica o Belluschi fazia pressão ao lado Falcão em vez de ser o Hulk, q ficava mais atrás a ajudar o Rafa (sem mtos resultados diga-se).

O Maicon provou mais uma vez que não é jogador para o Porto, como já tinha dito anteriormente. Prefiro ficar por aqui qto a este gajo...

Sarrafada, meu Deus. Tanta porrada que eu vi, aquela do Maniche logo a abrir sobre o Moutinho... ui

Recepção ao Moutinho, impressionante. Os lagartos ficaram-lhe mesmo com um pó... cada vez q tocava na bola e qdo saiu... não acredito que não afecte um jogador.

Expulsão do AVB, não percebi tb...

Entrada do Fucile pelo Moutinho tb não...

Fico-me por aqui. Desta vez não fizemos por merecer ganhar.

Grande abraço,
João

Bart Simpson disse...

Começo por dizer que não consegui ver o jogo em directo. Mas logo que tive oportunidade, vi um resumo. Por isso não posso dizer se jogamos bem, ou mal.
Acredito nos comentários do Jorge e ponto final.
Mas há 4 que me irritaram solenemente: a nossa habitual comunicação social, “os treinadores que estão quase a ser despedidos mas que ainda não foram, mas que estão na corda bamba”, o cabeça de merda que é aquele arbitro com ar de boneco do South Park e o asqueroso levezinho.
Vamos por partes: quanto à comunicação social quase ninguém refere a agressão do Gordiche (boa Jorge) ao Moutinho que dava um vermelho directo e sem espinhas! Mas quando o Sporting perdeu com o Guimarães, depois da expulsão do dito, por agressão a um adversário, caiu o Carmo a Trindade, o Terreiro do Paço a ponte Vasco da Gama. Enfim. Toda a CS (e a lagartagem) ficou fodida e desejou que o Maniche tivesse um herpes labial maior que as beiças da Manuela Moura Guedes. Ontem o Sporting teve um meio-campo forte (chiça!!! que até a mim me doíam aquelas entradas) e como conseguiu travar o FCP, já está tudo bem! O Maniche é o maior e já vai ser condecorado no próximo 10 de Junho! Será que ele também vai pedir desculpa aos adeptos do Sporting? Porra tenham dó! Não admira que o meio-campo do FCP não rendesse apesar de alguns dos nossos jogadores terem andado um bocadinho abaixo do habitual. A dar pau assim, eu também tirava o pé!
Sobre aquele treinador que tem um ar entre o Herman José e o quadro “O menino da lágrima”, vir dizer que o jogo de ontem “só deu Sporting”, é a mesma coisa que dizer: “Os gajos são melhores do que nós! Aliás muito melhores! Mas eu como não quero ser despedido, resolvi oferecer uma churrascada ao meus jogadores, com gajas e muita cerveja, na antiga casa do Rochemback lá para os lados de Alcochete, com a condição de darem pau, fazerem fita, arrancarem penalties, cartões amarelos, vermelhos e um sem número de artes de circo. É que preciso mesmo deste emprego. Tenho que acabar de pagar o Mercedes. Pra semana já podemos perder, porque não vamos jogar com o grande e imbatível FCP. Eu não quero é perder com FCP”. Vai-te tratar Paulo Sérgio! Fazes o jogo da tua vida e já falas com ar de pançudo. Não te esqueças que estás a 13 pontos. Ouviste bem, TREZE PONTOS!
O árbitro, esse sabujo de preto (tem as ventas iguais às de um cão farejador), que merecia levar uma bolada nos tomates para perceber que a massa encefálica dele está na zona baixa. O fora de jogo ainda aceito que não marque, apesar de ter dado golo, pois a jogada é rápida e o Maicon mais parecia um Morcon a virar-se para o lance. No jogo da taça também fomos beneficiados, com a anulação do golo (ainda que aí o arbitro tenha apitado antes da bola entrar, acho eu) que o Moreirense nos marcou por pretenso fora de jogo! Por isso dou-lhe um joelhada no tomate esquerdo, que é como quem diz, dou-lhe o benefício da dúvida. Agora a expulsão do Maicon?!?!?! Aquilo é o quê? Estrabismo? Hipermetropia? Miopia?Cegueira? Caganeira ocular? O moço apenas se encostou ao Biafrense (jogador do Biafra) e ele claro está como bom actor que é atirou-se para o chão e pronto, cartão vermelho! (Pronto Bettencourt, paga lá o Rodízio que prometeste ao moço que ela anda cheio de fome). Mas e a porrada do Gordiche no Moutinho? E as patadas, calcadelas, joelhadas e outras coisas que os jogadores do Sporting foram fazendo ao longo de todo o jogo? Não contam? Seguramente que o Sporting não acabava o jogo com 11, se o arbitro fosse correcto e imparcial!
(Continua)

Bart Simpson disse...

(Continuação)
Sobre aquele gajo com ar de esfomeado andrógino (eu acho que ele é uma gaja mas disfarça bem) é aquele a que eu chamo o verdadeiro “fille de pute” (ainda por cima naturalizado) que existe em todas as empresas e que anda de secretaria em secretaria a meter veneno entre colegas. E depois quando dá raia, foge a sete pés. Quando os colegas perguntam por ele, porque desconfiam que foi ele que começou a guerra e querem dar-lhe um verdadeiro enxerto de porrada, está refugiado na casa de banho (ou no banheiro) e diz que está cheio de dores e que não sabe se é dos intestinos ou se é pedra no rim. Eu aposto mais que é da menstruação!!

Gaspar Lança disse...

Jogo fraquinho, o de ontem. Valeu o golo de Falcao, e se não fosse a expulsão o jogo poderia ter um rumo diferente.

Um abraço.

Dragus Invictus disse...

Boa tarde,

Ontem o empate arrancado pelo FC Porto, é mal menor, depois de analisadas as incidências do jogo, e a péssima arbitragem que nos prejudicou de forma evidente.

Ao Sporting temos de dar o mérito de ter manietado Hulk e Varela na primeira parte, fechando bem as alas, demonstrando-se melhor do ponto de vista de agressividade.

Tivemos contudo, a primeira grande oportunidade do jogo por Falcao.

Mas esta agressividade, e capacidade de ganhar as segundas bolas, nunca se traduziu em perigo, e o Sporting apenas teve na primeira parte um tímido remate perigoso à barra por Pedro Mendes.

O Sporting chega ao intervalo em vantagem fruto de um golo em fora de jogo mais que evidente, dos mais fáceis de tirar, e que só um fiscal de linha distraído ou incompetente, deixa passar em claro.

Não se percebe a agressividade dos ex-companheiros de Moutinho, sobre o seu ex-capitão. Na primeira parte muitos amarelos ficaram por mostrar e talvez duplos amarelos.

O Porto na segunda parte, entrou disposto a mudar o jogo e em poucos minutos criou mais uma oportunidade por Falcao, e a seguir noutra ocasião empata justamente o jogo.

Senti nessa altura que íamos vencer o jogo, estávamos nitidamente por cima do Sporting, que estava a ter grandes dificuldades em deter o nosso ataque.

Mas eis que aparece mais um erro clamoroso de arbitragem, com a expulsão de Maicon.
Se o contacto físico que Maicon tem sobre Liedson é para falta, bem mesmo amigos, deixa-se de poder jogar futebol. Foi uma disputa normal de bola com um mergulho típico de Liedson.

Este mesmo árbitro que dizem que é portista, não viu minutos antes uma agressão barbara de Maniche a Moutinho, que a acertar com pé firme na relva, lhe partiria a perna.

Todavia, esta arbitragem que nos prejudicou, não iliba a nossa equipa que não soube libertar-se do colete na primeira parte, como o fez na segunda.

Destacaram-se individualmente, Falcao, Hulk, Moutinho e toda a defesa, incluindo o Rafa, que teve uma estreia muito positiva.

Destaque para os milhares de portistas que apoiaram mais uma vez a equipa.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Armando Pinto disse...

Depois do Sporting - F. C. Porto: Manteve-se a distância pontual entre os dois contendores e o Porto segurou o primeiro lugar com grande distância, como, sobretudo, conservou a invencibilidade.
Pese o empate ser o mal menor, para ambos os clubes que estiveram em compita neste Sporting-Porto, ficou contudo um sabor sem paladar pela forma como aconteceu, atendendo a que o golo do Sporting foi obtido em posição de fora-de-jogo, e, assim sendo, a arbitragem teve influência no resultado... além de uma escandalosa dualidade de critérios patenteada em não ter expulsado directamente um atleta, Maniche, do Sporting, que praticou uma autêntica agressão vista por todo o mundo, enquanto do outro lado da barricada pôs o Porto a jogar com menos um elemento, após o artista do costume, Liedson, se ter lançado para o chão ao sentir um ínfimo contacto... Só que, apesar de o F C Porto ter ficado em inferioridade numérica, demonstrou superioridade em valor e querer até ao fim, acabando a contenda sem que os lisboetas conseguissem os seus intentos e os Portistas continuem no cimo do pódio deste Campeonato da Liga Portuguesa.
Mais, depois da celeuma anterior que animou o cenário... Moutinho teve interferência directa, perante uma boa exibição e assistência no golo - em jogada saída dos pés precisamente de João Moutinho para Hulk e deste para a entrada vitoriosa do goleador Falcão...!

http://longara.blogspot.com/

reine margot disse...

Foi um jogo difícil, até para ver. Primeiro por causa da cacetada, depois por causa do ambiente ridículo criado pela imprensa benfiquista, para a qual os adeptos do Sporting se deixaram transportar, depois pela actuação permissiva do árbitro,(quanto às maçãs, espero que o cineasta agora deixe que lhas atirem às costas), e por último, porque os jogadores do Porto entraram adormecidos e tristes!
concordo com o Falcao como homem do jogo, até nas declarações que fez na chamada zona mista mostrou que é bem lúcido e pouco agarrado ao politicamente correcto; não concordo que o Hulk mereça destaque - não foi só culpa dele, esteve pouco acompanhado pelos colegas - mas um gajo com aquela força dele tem de partir para cima, e pelo menos tentar ser rasteirado;
quanto ao Fernando esteve mesmo mal; e quanto ao Maicon, acho que a responsabilidade é mais de quem o deixou muitas vezes com a batata quente nos pés...Aliás aquela defesa precisa de alguém mais lider, são todos muito mansos; e, talvez tenha chegado a vez de dar a braçadeira ao Moutinho.
Quanto a ter sido um bom resultado: no ano passado teria sido, este ano não foi. Claro que é no fim que se fazem as análises todas, e ainda falta muita água correr por baixo de muitas pontes, mas é agora que se faz o campeonato fácil ou não. E, tal como no ano passado na Luz, este também era um jogo que deveríamos ter ganho; tivessemos só começado a jogar mais acordados...

harms disse...

O resultado escapa. Mantemos os 13 pontos para estes inúteis e o benfas fica a oito, na melhor das hipóteses - para eles, claro. Tendo em conta que três dos próximos quatro jogos são em casa, há que ganhá-los e mai nada. Engraçado o alarido da comunicação social sabuja. Parece que o SCP ganhou e vai em primeiro e o FCP teve uma sorte do catano. Tanta frustração que vai por aí! Do sebento do Maniche nada se pode esperar, tal como de muitos daquela casa. Têm a mania da fineza e da grandeza, mas as maçãs mostram bem aquilo que valem. Daqui para a frente é sempre a dar-lhe, mesmo com arbitragens merdosas e sarrafeiros. É preciso é não adormecer e dar hipóteses ao Otamendi, que o Maicon falha demais. E, já agora, partindo do princípio que o campeonato está ganho nessa altura, mostrar aos caceteiros como é que se faz no dia em que puserem as patas no Dragão. Saúde!

Dragão dos Diabos disse...

Mais uma análise correcta do amigo Jorge.

Ainda assim, pela 1.ª vez este ano, acho que o nosso Mister não esteve perfeito a ler o jogo a partir do banco....começou com a titularidade de Fernando que, aparentemente, não estava em condições para ser titular (quem erra tantos passes não pode estar em condições de ser titular) e ao mesmo tempo, hipoteca a confiança de Guárin....esteve também mal ao sacrificar Falcão aquando da expulsão (Hulk estava claramente em sub-rendimento)...pensou que ia dar o mesmo que deu na Turquia...não só não deu como ainda tivemos de ouvir o filha da puta do forcado de merda a dizer que não deu e que o Sporting foi o maior...

Mas de facto conclui-se que o FCPorto é a equipa mais forte e vai mesmo ser Campeão Nacional (a qual ouvi hoje, e só dá pra rir, que afinal não é assim tão boa pois nas deslocações mais difíceis (Guimarães e WC XXI) não conseguiu ganhar....só mesmo pra rir...isso é que é um campeão...ganhar praticamente todos os jogos em casa e fora dela e não perder com os principais rivais!!!). Mas não!!!...é o que refere o amigo Jorge...querem fazer passar a ideia de que o FCPorto perdeu 2 pontos...teria-os perdido sim se o jogo fosse no Dragão (onde na 2.ª volta, e já sendo campeões, os vamos aniquilar pro completo)...

Quanto ao Sporting...já tive pena, agora já nem sei que sinto pois tenho a firme certeza que ficarão, no mínimo dos mínimos a 20/25 pontos do 1.º lugar)...este jogo, cheio de garra e atitude, foi a excepção à regra...a partir de agora é sempre a descer...os tristes nem com o Benfica guerrilham tanto....o FCP é que é o alvo a abater...temos pena que o não consigam...

Espero que o Otamendi agarre de vez a titularidade pois ele é, até ver, o melhor central do plantel do FCPorto.

Também me começo a aborrecer com o facto de que sempre que dá empate dá expulsão do AVB...nem quero imaginar qd perdermos 1 jogo!!

Saudações azuis e brancas...

http://odiabodeazul.blogspot.com/

Nelson Machado disse...

Em primeiro dar os parabéns por mais uma analise clarividente.
Não concordo com tudo mas no geral a minha avaliação é também a mesma do post.

Não percebo é como os pasquins da verdade desportiva lisboetas não fazem parangonas, como já antas vezes fizeram com um certo clube azul e branco e escarrapacharem: SPORTING EMPATA COM GOLO ILEGAL E ADVERSÁRIO EXPULSO INJUSTAMENTE.

É isso e o desaparecimento dos resumos dos vários canais de televisão do lance da agressão do maniche a Moutinho que obviamente seria cartão vermelho e do qual espero, eu e todos os Portistas, um sumarissímo.

Da mesma forma, aguardo a análise do vitor pau mandado pereira à 15ª jornada para ver o que ele diz acerca deste arbitragem e espero também ansiosamente para saber qual será a nota do grande Portista e como alguns palermas paineleiros dos programas de debate desportivo encarnados lhe chamam: Super Dragão, jorge sousa.
Este ontem parece que levava a cartilha bem estudada. Ou isso ou também andou a receber umas chamadas intimidatórias antes do jogo.

Espero que V-B não deixe passar esta escandalosa "lavagem" da arbitragem que a comunicação social quer fazer deste jogo e já na próxima conferência de imprensa diga tudo que ficou por dizer acerca deste jogo.

E para terminar chamar à atenção dos mais fracos de mente para não se deixarem tolher pelas opiniões, lançadas muitas vezes no seio dos Portistas, de que a equipa está a jogar mal e que vai começar a "perder gás". Reparem que nos dois únicos jogos que não ganhamos para o campeonato também não os perdemos e foi em ambos os casos em "lutas" desiguais, pois com 3 equipas em campo e serem duas a "lutar" contra uma e mesmo assim não sair derrotado... é obra e é preciso ser-se muito forte e ter muita qualidade, quer física quer mental.

Sá disse...

Tantos Baías eh pa...

Falcao : joga sempre bem o animal, nao há duvida q faz sempre a diferença.

AVB : nao percebi a falta de tomates. defender o 1-1 ? No unico momento em que o porto pressionou e marcou? Baixar as calças foi o que foi. O sr Maicon fez tanta me*** que em campo ou fora era igual. Este gajo nao é jogador para o Porto. Nao é.

Hulk : nao tomou o elixir

Moutinho : intimidado pelo publico e pelo Maniche. tambem pesa menos 30kg... Ainda está a ganhar tomates...mais uns meses e eles aparecem.

Sporting : achaste que foi assim tao superior ao que tem sido nos outros jogos ? Achaste mesmo? EU nao. E tenho visto os jogos deles.
A diferença é que as outras equipas nao se acobardam a meia hora do fim....lutam e teem recompensas. ESSA é QUE FOI A DIFERENÇA!

Dragaopentacampeao disse...

Jogo do FC Porto com duas faces. A primeira correspondeu a um FC Porto expectante, dando a iniciativa ao adversário. Pouca agressividade, nenhuma dinâmica, pouca velocidade, incapacidade de progredir no terreno, que durou praticamente toda a primeira metade do encontro, onde Falcao podia ter sido o primeiro a marcar, logo aos 9'.

A segunda, com uma nova atitude, a de campeão, que empurrou o Sporting para a sua área. Criou oportunidades de golo e marcou mesmo.

Depois da expulsão de Maicon, AVB teve de fazer ajustes à equipa e ao objectivo. Defender foi a palavra de ordem.

Resultado possível face a uma arbitragem inclinada!

Um abraço

Rodrigo Rocha disse...

Jorge passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, espetacular, muito maneiro com excelente conteúdo você fez um ótimo trabalho desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e sucesso

Orgulhoazulebranco disse...

É óbvio que quero sempre ganhar,seja em que condições for,seja contra quem for,seja onde for.

Maaaaas,isso não me pode impedir de ser racional e fria na análise.

Tendo em conta tudo aquilo que foi o jogo,o empate não é de todo um mau resultado,não senhor.E até pq foi só o segundo em 12 jogos e os restantes 10 deram em vitória.

Estou é ansiosa que chegue o próximo jogo,já tenho saudades de uma boa exibição aliada a uma vitória e tem que ser nos próximos jogos que aí vêm!

Orgulhoazulebranco disse...

Ah,
também quero acreditar que estes dois pontinhos perdidos e a provável redução da vantagem para 8 pontos,e depois de dois jogos não muito bem conseguidos,sirvam para acordar de vez a equipa e fazê-la regressar à "boa onda".Mas um jogo de cada vez,agora é hora de regressar a um palco mítico.

joshua disse...

O nosso Porto poderia ter sido letal, na primeira oportunidade de Falcao, com o qual gosto de "conversar" via twitter. Fernando enervou-me.

Veremos, quando os Felinos vierem ao Dragão se a chama será a mesma.

Concordo que foi um ponto ganho e não dois perdidos.

AZUL DRAGÃO disse...

Meu caro :

..."o FC Porto ganhou um ponto, não perdeu dois "...

Será ?

Ou não terá sido que o FCPORTO , afinal , não ganhou 3 ?


Um abraço

porta10a disse...

Caro Jorge,
Por falar em Moutinho e em calceteiros? Não é que combina? É que o pequeno sem carácter também se fartou de distribuir fruta...
( entre outros )
O golo é fora de jogo, pois é. Apenas uma nota: como o Valdés vem para trás e os defesas no sentido contrário, como a bola é chutada para o alto, o bandeirola não viu bem. Até porque tudo foi rápido.
Uma primeira parte melhorzinha do que é habitual. Mas eu já esperava aquela 2ª.
Maicon caiu na esparrela. Aquilo marca-se, pelo menos em Portugal e Liedson sabe-a toda. Tudo conjugado, pagaram as favas.
Mesmo com 10 continuei a pensar que o FCPorto iria ganhar o jogo. Porquê? Porque o forcado amador que tenho lá como treinador, não percebe um ' boi de bola '. Se percebesse teria feito melhor ontem, como nos 12 jogos anteriores. Mas não. Só espero que ele não dure lá muito mais tempo.
Ah e Maniche? Um porquito! São coisas de quem anda lá dentro, pois são, mas como ele faz aquilo mais vezes, ninguém pode dizer que não é intencional.
Para terminar AVB foi mal expulso. Aquele árbitro de cócó não presta. Nenhum presta. E ele já estava a embicar para ali.
Quanto ao resto. Um jogo entretido com um resultado justo, mesmo considerando a irregularidade do golo do Sporting.

Enfim, já só espero pior que aquilo. Menos mau o empate com o líder.

Saudações desportivas

Revolta FCP disse...

Agora que já tive tempo de acalmar e olhar para o jogo de novo de uma forma mais calma e tranquila, pude mudar de visão sobre o jogo.

A minha primeira reacção foi um pouco a quente, ralhar e achar que o Porto tinha feito o pior jogo da época.

O porto entrou pior, é verdade, muito apático e displicente. Na jogada que isola Falcão em frente ao Rui Patrício pensei que a coisa se estava a compor, mas afinal ainda não se via Porto.

Na altura do golo, francamente já esperado para os lados dos verdes, Maicon volta a fazer das suas (eu já tinha avisado) e vamos para o intervalo a pensar que iamos repetir o jogo do ano passado.

Na segunda parte voltámos com mais atitude e até ao golo crescemos. A partir daí mantivémos o jogo em altas, mas um erro do Maicon (eu já tinha avisado) deitou tudo a perder e o empate foi o resultado possivel.

Tendo em conta a história com o Sporting (lembram-se que o ano passado apanhámos 3 em Alvalade na melhor altura da equipa) até foi um bom resultado.

No final de contas, o Porto enfrentou um Sporting diferente, mais arrojado e destemido e disposto a fazer tudo para quebrar a nossa invencibilidade. No final ganhámos um ponto, não perdemos dois.

Miguel disse...

Acho sinceramente que aquele início de segunda parte que nos levou ao golo podia ter-nos levado mais longe não fosse o homem dos recursos...

O Sporting a jogar com um meio campo reforçado e caceteiro claramente nos tirou capacidade de jogar, mas se houvesse um árbitro com mão no jogo, teríamos hipóteses de jogar mais e melhor.

Abraço

mario disse...

Mal menor o empate...
Embora em contextos diferentes preocupa-me ser o 2º jogo consecutivo a não jogarmos NADA!!! Serve de atenuante ser contra 2 equipitas de sarrafeiros.
Já nem comento a comunicação social deste País...
Abraços

Jorge disse...

@João: estás à vontade de discordar, como é lógico! ver o jogo ao vivo é diferente de fazer o mesmo na TV por isso se calhar tiveste uma perspectiva diferente da minha. ainda assim mantenho a minha opinião.

@Bart: como de costume um comentário bem pensado, com a ironia perfeita e uma veia cómica inspirada. a do herpes labial fica-me na memória :) malta, leiam bem os comentários deste nosso adepto, é um deleite!

@Sá: não concordo contigo. há uma grande diferença entre contentar-se com um resultado positivo em casa de um rival directo e partir para a parvoíce e enquanto se tenta marcar um...acabar por perder o jogo. Acho que o Sporting foi superior neste jogo e muito superior ao que tinha vindo a fazer exactamente proque lutou até ao fim. Louvo a clarividência conservadora de Villas-Boas porque faria exactamente o mesmo.

@Rodrigo: obrigado pela visita, espero continuar a ter sempre a força para escrever, quer concordem comigo ou não! :)

@joshua: o rapaz nunca me responde mas vou continuar a tentar. um destes dias apareço no Olival para dar duas de treta com ele :)

@Azul Dragão: factualmente sim. moralmente não! o jogo foi difícil e se tivéssemos perdido não seria nada do outro mundo...

@Porta10A: concordo, o Moutinho também deu algumas, mas era expectável, homem, quando se está sempre a levar também se tem de dar uma ou duas para libertar a raiva :) já em termos do jogo, concordo que o fora-de-jogo existiu mas era complicado de marcar, também por isso não critiquei o árbitro. já quanto ao Maicon é exactamente o que dizes. não pode ser tão ingénuo tanto no golo como no lance da expulsão, foi "menino" e contra um gajo como o Liedson não se pode ser assim. O AVB não foi mal expulso. O árbitro tem os critérios dele e usou-os, é preciso é ter um bocadinho mais de calma porque não ajuda nada a equipa ao sair de campo por uma parvoíce daquelas...

agora por favor joguem mais vezes com a mesma garra e determinação que mostraram ontem. vão ver que os 13 pontos podem manter-se, mas os outros 2 clubes que estão à frente se calhar aproximam-se...

Portuense Verdadeiro disse...

Boas Jorge !

Vi o jogo com todas as dificuldades que uma transmissão via stream sempre acarreta...

A 1ª parte foi demasiado fraca e fez-me recordar tempos jesualdianos que pensava apagados do meu imaginário mas que os últimos jogos teimam em fazer reaparecer...

O golo surgiu de fora-de-jogo mas se o maicon não tivesse abordado o lance da forma displicente como o fez, certamente que o helton não tinha ido buscar a bola ao fundo da baliza...

Vem o intervalo e a equipa transfigurou-se por completo até novo brinde do maicon, que quiçá inspirado pela merda que o seu compatriota mouro david luís tem feito, resolveu voltar a deixar a equipa com 10 e mais uma vez num jogo complicado fora de casa...Mais uma abordagem deficiente ao lance e a matreirice do levezinho a fazer o resto...

Nos baronis sugeria que metesses tb os animais que mandaram maçãs, bolas de golfe e laranjas para o relvado...depois do jogo do dragão defendi a interdição do mesmo...agora pedia acção semelhante pró alvalade xxi mas já sei que a Liga apenas irá tomar uma posição de força quando alguém morrer !!!

Quanto ao árbitro, não percebo como o Gordiche não foi pró banho mais cedo, mas não faço dele a minha preocupação nº1...Fico mais preocupado com o nível exibicional que a equipa tem demonstrado no pós hi5 aos mouros...

abraço

Hintze disse...

Este resultado explica-se por 2 motivos. O 1.º é pela sobranceria com que os jogadores do FCP encararam o jogo e 2.º pelo roubo que foi feito pelo trio de arbitragem. Apesar de tudo o empate não é um mau resultado, apesar de ficar um amargo de boca.

reinododragao.blogspot.com

Diogo disse...

Jogo pobre e quase sem oportunidades de golo. O FCPorto entrou muito mal na partida e deixou o adversário jogar a vontade. Na 2ª parte equilibramos, marcamos e se não fosse a expulsão infantil (mas inexistente, quanto a mim) do Maicon, ganhávamos o jogo. Acho que podiamos e deviamos ter feito melhor, desde o jogo com o Benfica que não fazemos um grande jogo e os adeptos começam a sentir isso mesmo.
Já a arbitragem foi má, enorme dualidade de critérios, golo do Sporting fora de jogo e com mão (braço) de Valdés, agressão do Maniche ao Moutinho que passou em claro, enfim, o normal. O próximo jogo é com o Rapid, e apesar do empate negativo, continuamos completamente invencíveis!


http://eternomagnifico.blogspot.com/

© 2008 Por *Templates para Você*