Porta19 entrevista Pedro Simões (portimonense1914.blogspot.com)

Continuando a rubrica que abri aqui com a entrevista a Wim Nijst,  continuei aqui em conversa com João Paulo Meneses do Reis do Ave, seguindo-se Carlos Ribeiro, co-autor do brilhante Vimaranes e PETZL, gestor do maior blog do União de Leiria na web, o uniaodeleiria.blogspot.com, hoje tenho o prazer de relatar as respostas de Pedro Simões, um dos autores do Portimonense 1914, um blog muito bem escrito, eclético e permanentemente actualizado, afecto ao nosso próximo adversário. Siga:






Porta19: O Portimonense não começou bem o campeonato e apesar das expectativas serem altas, parece que está a faltar qualquer coisa à equipa. Concorda?

Pedro Simões: Está a faltar experiência e uma surpresa que permita ir buscar pontos a adversários menos óbvios. A irregularidade que o Portimonense tem demonstrado, apesar não ser desejada por ninguém, era a esperada pela maioria dos adeptos.

Seria bom recordar que a equipa nunca joga realmente em casa uma vez que as recepções aos nossos adversários decorrem a 60 quilómetros de Portimão. Num clube pequeno em que os jogos em casa assumem importância vital para assegurar a manutenção, este detalhe faz a diferença.

Em suma, a minha opinião de adepto diz-me que estamos a fazer o campeonato possível dadas as circunstâncias extremamente limitadas se colocadas frente-a-frente com outras realidades.



Porta19: Quem são os jogadores de maior potencial no plantel do Portimonense em 2010/2011?

Pedro Simões: O FC Porto tem cedido inúmeros atletas ao Portimonense. Jovens internacionais, com formação, que têm contribuído para acrescentar irreverência e qualidade. Candeias (agora jogador do Nacional) e André Pinto são bons exemplos.

Nos últimos jogos tem aparecido o Renatinho, médio ofensivo internacional sub20 pelo Brasil que foi apresentado como reforço de grande qualidade proveniente do Kawasaki Frontale onde teve por missão substituír... Hulk. Um jogador muito acima da média que pode desequilibrar e que parece estar cada vez mais entrosado com a equipa.

Jumisse foi uma descoberta do Litos em Moçambique e tem sido a grande surpresa da época. Qualquer equipa desejaria ter nas suas fileiras um jogador de meio campo com as características de Jumisse. Extremamente forte e muito bem adaptado ao futebol europeu.



Porta19: Litos tem o que é preciso para manter o clube na Liga?

Pedro Simões: Cada série de resultados negativos representa um risco para qualquer treinador da Primeira Liga. Litos está a atravessar essa fase neste preciso momento mas todos desejamos que as vitórias regressem rapidamente. Cada vitória que o Litos alcançar é uma vitória para o Portimonense. Neste momento apontam-se fragilidades ao Litos mas eu prefiro destacar-lhe uma qualidade: é imprevisível nas suas escolhas.


Porta19: O Portimonense vai disputar um jogo no Norte do país às 20h15 de um Domingo. Como é que vê o desprezo a que são votadas as equipas de dimensão mais pequena e a forma como isso se reflecte nos adeptos?

Pedro Simões: Ninguém tem culpa da geografia territorial que, na actual realidade do futebol português, coloca grandes barreiras aos adeptos do Portimonense. No entanto, estas diferenças poderiam ser atenuadas se existisse um maior cuidado no agendamento deste tipo de jogos. É desumano e futebolisticamente irresponsável agendar o final de um jogo para as 22 horas de um Domingo, sabendo de antemão que a viagem de regresso implica 600 quilómetros e chegada de madrugada aos adeptos adversários. Poucos, mas extremamente dedicados.

Há bem pouco tempo o Portimonense jogava na Liga de Honra e facilmente esgotava autocarros para deslocações em distâncias semelhantes, mas em jogos que decorriam nas tardes de Domingo.
No principal escalão do futebol português, com adversários ainda mais atractivos, as dificuldades aumentaram para mobilizar adeptos e preencher lugares em excursões que, neste momento, quase se resumem às viagens do Bianconero (a claque do Portimonense).

Este testemunho mostra que os novos horários prejudicaram a mobilização do adepto-comum do Portimonense.

Por outro lado, nenhum clube grande nos permitiria viver o futebol de uma forma tão próxima e quase familiar. Neste aspecto, ser clube pequeno é um privilégio.



Porta19: Concorda com a política de empréstimos que o Portimonense seguiu esta temporada ou acha que pode afectar a estabilidade do plantel para anos seguintes?

Pedro Simões: A política de empréstimos não se resume à decorrente temporada. Tem sido habitual nos últimos 3 anos como forma de tentar garantir qualidade ao menor custo possível dadas as dificuldades financeiras do clube que são públicas. Nem todos os empréstimos acabam por ter o mesmo sucesso desportivo... mas isso será um risco inerente a qualquer contratação.

Apesar de não ser a situação ideal, não tenho forma de a contestar. O Portimonense subiu de divisão com o contributo decisivo de um conjunto de jogadores emprestados entre os quais destaco Wilson Eduardo, Ivanildo, João Pedro e Balú. São empréstimos que deram frutos desportivos.

O ideal, na minha opinião, seria que o futuro nos reservasse uma equipa própria com integração de cada vez mais jogadores provenientes da formação. Este processo evolutivo não se constrói de uma temporada para outra e necessita de condições de trabalho que, no Portimonense, ainda não parecem ser as ideiais para que a qualidade seja mantida com recursos gerados a nível local/regional.

Mas vejo esperança, vontade e trabalho para que as coisas mudem. Não há nada melhor que aplaudir um jogador de Portimão quando entra em campo.


Porta19: Ainda há esperança para a maioria dos blogs Portugueses de futebol ou a inspiração está a definhar em função das redes sociais e dos fóruns de discussão?

Pedro Simões: Há espaço para todos os blogs de qualidade que se diferenciem por alguma razão. O "Portimonense 1914" foi transformado num programa de rádio semanal ("Portimonense 1914 Compacto") que, para além das notícias disponíveis no blog, já apresentou entrevistas exclusivas com diversos convidados líderes de opinião. Ou seja, estamos também na rádio como magazine de grande informação que acompanha a actualidade do clube, temos muitos seguidores e recebemos bastante feed back.

Quase todos os jogadores do plantel profissional foram nossos convidados, o Presidente da Câmara Dr. Manuel da Luz cedeu-nos uma hora do seu tempo para prestar esclarecimentos sobre o novo complexo desportivo, o Dr. Hermínio Loureiro falou sobre temas quentes do futebol português (entre os quais o célebre boicote decretado pelo Benfica) e esta semana recebemos o Sr. Fernando Rocha que, como Presidente do Portimonense e antigo dirigente do FC Porto, nos mostrou a sua perspectiva sobre este momento especial com a visita ao Estádio do Dragão. Posteriormente nem todos os leitores/ouvintes concordam com o que foi dito mas a nossa missão de informar foi cumprida.

São bons exemplos de conteúdos únicos aos quais só terá acesso quem nos visitar. O espaço de "mesa do café" pertencerá sempre aos blogs que pautem o seu trabalho pela qualidade, honestidade e criatividade, diferenciando-se do trabalho fácil e inflamado que por vezes encontramos por aí. É esse o caminho que tentamos seguir. É assim que conseguimos que as pessoas nos oiçam e nos levem a sério. Se tivermos que cortar comentários ofensivos e sem fundamento, fazemo-lo. Não para manipular opiniões mas para que nenhuma discussão construtiva se perca.

As redes sociais, para nós, resumem-se a uma forma de amplificar o que está escrito no blog.





Aproveito para agradecer ao Pedro Simões pela disponibilidade. Continuo a ficar surpreendido pela forma como muita gente por esse país fora vive o dia-a-dia dos seus clubes, principalmente aqueles que não sendo adeptos de nenhum dos três grandes, insiste em mostrar o seu amor clubístico através da dedicação e do empenho na defesa dos seus interesses, mantendo uma cabeça atenta, lúcida e fresca. Bem hajam, meninos e meninas!

2 comments:

Raul disse...

Bom dia, excelente conversa. Deixe-me dizer-lhe que, em discussões sobre radicalismo, fair-play, onde tantas vezes os portistas são apelidados de... tudo, tenho dado como exemplo esta sua iniciativa.

Abraço e continue com o bom trabalho.

FOOT-BLOG CLUB DO PORTO

P. disse...

Foi um prazer colaborar e mostrar um pouco do meu clube, na perspectiva de adepto e blogger.
Um abraço
Pedro Simões

© 2008 Por *Templates para Você*