Porta19 entrevista Wim Nijst (Blauwwit.be)

Arranca hoje mais uma rubrica que pretendo seja regular aqui na Porta 19. Desde o início aqui desta brincadeira que me interesso por todos os sites e blogs de futebol, tanto do meu clube como os de outros clubes. É uma excelente forma de vermos o mundo com outros olhos, de partilhar experiências e de aprender com a maneira de pessoas diferentes analisarem o futebol segundo uma perspectiva pessoal, sempre com o amor ao clube como trave-mestra.

Assim sendo, e tendo em conta a pré-eliminatória da Liga Europa, fiz umas perguntas a Wim Nijst, gestor de um dos principais sites do KRC Genk na internet, o Blauwwit.be, um dos pontos mais dinâmicos na divulgação de notícias e opiniões dos fãs do clube belga.


Porta19: O FC Porto não disputa uma partida oficial frente a uma equipa Belga desde que perdeu em 2000 frente ao Anderlecht. Como é que o futebol evoluiu na Bélgica nos últimos 10 anos?

Wim Nijst: O futebol Belga tem vindo a descer de nível desde essa época. Até os nossos grandes clubes (Anderlecht e Club Brugge) não conseguiram bons resultados a nível europeu. Não conseguimos usar o Euro 2000 num bom sentido, as infraestruturas (estádios) não são nada do que deviam ser. A grande maioria dos estádios são antigos e demasiado pequenos. Nos últimos anos, no entanto, temos visto algumas mudanças. Muitos clubes tem planos para novos estádios (Club Brugge, Anderlecht, Standard Liége, Genk, GBA (Antuérpia), among others) que se estão a tornar extremamente necessário. O Genk já tem um belo estádio (23.000 lugares sentados) e a antiga bancada central foi reconstruída em 2008.
Focando-nos noutro aspecto, algo que está a mudar é a forma de trabalhar as nossas camadas jovens. Desde há alguns anos que todos os clubes estão a fazer um excelente trabalho com academias de formação. O Genk é considerada uma das melhores (senão a melhor) academia de formação na Bélgica, onde já produzimos vários talentos mas de onde também continuamos a perder muitos jovens jogadores para outros clubes. A Bélgica é um país pequeno e há muitos jovens talentos que vão para França (Lille), Holanda (PSV, Ajax) e Inglaterra (Arsenal, Manchester).


Porta19: A última vez que o Genk foi campeão da Bélgica foi em 2001/02. Quais são as expectativas para esta temporada?

Wim Nijst: Os últimos anos foram terríveis. Terminamos quase sempre fora do top 5 (mas conseguimos vencer a Taça da Bélgica em 2009) e no último ano acabamos o campeonato em 10º lugar (ou pior, nem me lembro). Mas graças à nova fórmula de play-offs conseguimos jogar na UEFA. Em Dezembro do ano passado contratámos um novo treinador (Franky Vercauteren) e ele mudou a equipa por completo. Continuamos a vencer e continuamos em excelente forma este ano. Depois de dois jogos na liga estamos em primeiro lugar sem perder um ponto, mas o mais importante é que estamos em boa forma e a qualidade do nosso futebol é, para os padrões Belgas, muito bom.
O objectivo este ano é o Play-off 1 (para clubes que terminem no top 6) e chegar à Europa (primeiros 4 lugares). Não há ambição de vencer o título a não ser que equipas como o Club Brugge, o Standard Liége e, obviamente, o Anderlecht não cumnprirem com as expectativas e só aí é que poderíamos ter alguma hipótese de chegar a campeões (nunca se sabe). É muito importante que vejamos bom futebol em Genk, já lá vai muito tempo, mas este ano temos uma equipa e um treinador que nos pode dar isso. O arranque e a alma estão em alta, esperemos que seja um excelente ano para o Genk!


Porta19: O que é que o FC Porto pode esperar quando visitar a Crystal Arena? Como é o ambiente dentro e fora do estádio?

Wim Nijst: O nosso não é o estádio mais barulhento do mundo :) Há pouco tempo atrás as pessoas costumavam dizer que era o estádio menos ruidoso na Bélgica. Nos últimos anos o ambiente mudou um pouco, criamos a "Tribune Zuid" onde todos os adeptos do Genk que querem entoar os seus cânticos e músicas estão juntos. Agora o ambiente é muito melhor, mas depende da qualidade do futebol que jogamos. Se é bom, a atmosfera é magnífica. No Porto o nosso apoio vai ser bom, o Genk é conhecido pelo seu excelente apoio em jogos fora de casa (o que é estranho tendo em conta a nossa reputação dentro de portas).
Os adeptos do Genk são normalmente muito amigáveis por isso não creio (tenho quase a certeza) que venham a haver confrontos ou agressões aos adeptos Portistas, por isso não há nada com que se preocupar nesse aspecto. Deixo uma dica para os adeptos do Porto: a cidade de Genk não é particularmente grande, por isso se querem ir dar um passeio aconselho irem à cidade de Hasselt que é perto (15 minutos de carro ou então podem ir de combóio ou autocarro, há boas ligações). Se quiserem mais informações, estou ao dispôr! :)


Porta19: Quem são os principais jogadores do plantel do Genk para esta época?

Wim Nijst: Os jogadores principais são:
  • Barda
  • Internacional israelita, avançado, não marca muitos golos mas trabalha muito para a equipa. É um jogador muito valioso para o clube (é também o mais bem pago, 1 M€/ano)
  • Buffel
  • Já jogou na Fiorentina e no Rangers, bom extremo-direito com excelente técnica e visão de jogo.
  • João Carlos
  • Brasileiro, muito bom defesa. Seguro, raramente recorre a entradas de carrinho. Não é muito rápido mas devia estar a jogar numa equipa melhor que o Genk. Muitos talentos têm tido a infelicidade de jogar em clubes mais pequenos com um presidente que não os deixam sair e ele ficou muito tempo no Lokeren. Com 28 anos é a altura de fazer uma boa época no Genk para se transferir para o clube que merece.
  • De Bruyne
  • Um jovem de apenas 18 anos mas é o melhor jogador que temos. É considerado um dos jogadores com futuro mais brilhante do campeonato Belga. Joga no meio-campo, tem boa técnica, grande visão de jogo e um remate poderoso. É o nosso melhor jogador e vai ter um grande futuro. Esperamos não o perder antes do final desta janela de transferências porque há muitos clubes interessados.


Porta19: Conhece os jogadores do FC Porto? Quem é que mais gosta/teme?

Wim Nijst: Claro que conhecemos os jogadores do FC Porto! Creio que estão a reconstruir a equipa, mas jogadores como Meireles, Moutinho e Hulk são muito conhecidos. Temos a noção que esta eliminatória será, a não ser que haja um milagre, o fim da nossa carreira na Europa. Vencer o FC Porto seria quase como vencer a Liga Europa. Não ficamos muito satisfeitos quando nos saiu o Porto porque estávamos à espera de uma equipa mais fácil como o Rapid Viena ou o (Litex) Lovech. Pensávamos que íamos conseguir entrar na fase de grupos mas talvez no próximo ano, ou talvez haja um milagre :)


Porta19: Porque é que tem um site dedicado ao KRC Genk? Por amor ao clube, como forma de divulgação online ou apenas por ser uma forma prática de organizar os adeptos?

Wim Nijst: É uma longa história. O clube tinha um website oficial para a comunidade, onde todos os adeptos do Genk (e de outras equipas) podiam conversar. Mas quando a equipa começou a não jogar bem houve muitas críticas à direcção e então fecharam o site para os adeptos que não tinham um lugar anual. Para além disso, só podiam colocar posts com o nome completo (nada de alcunhas). Os visitantes habituais não gostaram nada disto e então começaram o Blauwwit.be (que quer dizer Azul e Branco, as nossas cores) onde toda a gente era bem-vinda. Temos muito sucesso, com 4.000 visitantes por dia o que é muito alto para um site Belga. O site é pago pelos visitantes e fizemos uma pequena recolha de fundos onde conseguimos arrecadar mais de 1000 euros em dois dias. A base de adeptos é muito grande :)


Porta19: Para terminar, uma pergunta da praxe: cerveja Belga ou Portuguesa? Honestamente! ;)

Wim Nijst: Belga, sem discussão possível. A cerveja Belga é conhecida mundialmente, especialmente as cervejas especiais, para os adeptos Portugueses que venham à Bélgica têm de experimentar cervejas como Duvel (clara e muito robusta), Leffe (clara ou escura, robusta) ou Kriek (com notas de cereja, experimentem as marcas como Lindemans que são muito apreciadas pelas senhoras porque são muito doces). A nossa melhor cerveja é a Westvleteren, mas é muito difícil de encontrar. Foi escolhida pelo Michael Jackson (o jornalista apreciador e crítico de cervejas, não o cantor pop morto) como a melhor cerveja do Mundo.

Aproveito para agradecer ao Wim pela disponibilidade e bom humor. Só espero que não haja milagres na eliminatória!

15 comments:

Anónimo disse...

Extraordinária iniciativa. Parabéns.

Do Tribunal.

Filipe disse...

Boa entrevista :) Já sei o que beber quando for à Bélgica hehe

André Oliveira disse...

Excelente iniciativa Jorge, muitos parabéns.

Subiste ainda mais na minha consideração, pois eu em Francês só sei mesmo dizer a mítica frase.."je suis trés content, parce que je suis trés content" :)

Suponho que o Wim não fale Português..

P.S. - "O site é pago pelos visitantes e fizemos uma pequena recolha de fundos onde conseguimos arrecadar mais de 1000 euros em dois dias." - Se isto fosse em Portugal, acho que nem com 1 ano de peditório alcançava este valor..

Abraço!

Ellis disse...

Muito boa entrevista! Excelente iniciativa, parabéns!

Uma abraço também ao entrevistado. As dicas de cerveja foram a cereja no topo do bolo.

penta1975 disse...

excelente!

mais uma brilhante iniciativa!

MUITOS PARABÉNS!, Jorge! é para repetir, certo?
[estou a pensar na fase de grupos, pois claro! ;) ]

saudações PENTAcampeãs!

Anónimo disse...

Portistas,venho por este meio dar a conhecer um novo espaço do FCP.É um site acompanhado de um fórum que quer ser referência no Mundo Azul e Branco.Actualizado e bastante atractivo com tudo o que diz respeito ao FCP.

Venham conhecer-nos em www.fcporto24.com!Registem-se no nosso fórum!

hmocc disse...

Ainda sobre as cervejas belgas:

Nos cafés servem cerveja e o "menu" chega por vezes a ser do tamanho de umas páginas amarelas...

Existem varios tipos de cerveja, mas as mais famosas são as fabricadas pelos monges "trappistas" (originários do mosteiro da Ordem de Cister em La Trappe, França).

Chimay, Orval, Westmalle, Wetvleteren, Rochefort, Achel e La Trappe são todas feitas em cervejarias ligadas a mosteiros e abadias onde as receitas tradicionais continuam.

Quem for à Belgica não se deve ficar pela Leffe - que segue o estilo trappista mas é produzida pela mesma mega cervejaria que produz a Stella - Já que as cervejas "trappistas" são regra geral bem melhores.

Depois existem outros estilos como o "Witbier" (Cerveja branca ou de trigo), as 1001 Ambar e Loiras (Duvel, Palm e Piraat são alguns exemplos), as Saison (variam com as estações do ano) e as Lambic que são mais especializadas e para palatos mais refinados.

Se procurarem apenas algo para subtituir a Super Bock, então a já mencionada Stella, ou a Jupiler são bastante comuns e accessíveis.

Recomendações:

- Rochefort 8 e 10
- Kwak
- Westmalle
- Chimay Blue
- Piraat
- Palm
- Delirium Tremens (Dizem que dá visões de elefantes cor-de-rosa!...)
- Watou Wit

João Castro disse...

Excelente iniciativa Jorge, sempre muito bom dar a conhecer os nossos adversários aos adeptos bem como um bocadinho das culturas dos seus países, entrevista muita boa, e uma grande ideia.

Somos favoritos, mas temos de ter cautelas na próxima quinta-feira!

Orgulhoazulebranco disse...

Jorge em grande!!

Fantástica ideia,um abraço para ti e para o Wim Nijst,que foi bastante simpático também :)

penta1975 disse...

@ hmocc

isso é que é "cultura" ;)

saudações PENTAcampeãs

Anónimo disse...

Muito bom, grande iniciativa. Fiquei a conhecer um pouco melhor o Genk, clube que não tenho grande conhecimento.

Armindo disse...

Excelente iniciativa.
Os meus sinceros parabéns!

Nuno disse...

São este tipo de iniciativas que marcam a diferença.

Entrevista muito boa gostei, espero sinceramente que a iniciativa se repita.

Parabéns!

submundo disse...

Excelente iniciativa. Fiquei com uma óptima impressão do clube belga.

Ricardo Ferreira disse...

Muitos parabéns!
Acho que de facto foi uma óptima iniciativa de interesse de certeza quase global para todos os portistas e não só.
Continua assim...

Um forte abraço!

© 2008 Por *Templates para Você*