Baías e Baronis - FC Porto vs KRC Genk

Foto retirada do Sapo Desporto

Encarei este jogo quase como um amigável de pré-época. Tinha a consciência tranquila porque a vantagem era grande e por isso não me preocupei, nem quando estávamos a perder, porque sabia ao que ia. Villas-Boas decidiu experimentar (e bem) e como o jogo se propiciava a testes e análises de alternativas tácticas e individuais, o ambiente estava criado para um jogo mais calmo. A equipa não ajudou na primeira parte e os adeptos ficaram mais nervosos do que era preciso. Enfim, o pessoal enerva-se quando não há necessidade e o que se tira do jogo, principalmente, é que estamos na fase de grupos da Liga Europa e esse era o objectivo. Siga para notas:









(+) Hulk É impossível não seleccionar Hulk para homem do jogo. Pensei que Villas-Boas o iria tirar para receber uma ovação de pé do Estádio mas optou por mantê-lo em campo até ao fim. É que não se sabia quando é que haveria outro livre directo em que Hulk pudesse tentar novamente assassinar a bola de jogo. Conseguiu falhar um penalty quando a equipa está a perder em casa, que no estado em que se encontra não deve ser nada fácil de aguentar, mas recuperou mentalmente e seguiu para marcar três, um deles de penalty. Admito que não o teria escolhido para marcar e provavelmente também não teria sido a primeira escolha de Villas-Boas, mas a "fome" com que o brasileiro andou todo o jogo era tanta, a pressão constante ao guarda-redes e as arrancadas pelas alas fizeram dele o alvo dos aplausos da malta, todos eles merecidos.

(+) Fernando Marcou um golo com alguma sorte porque o guarda-redes quis fazer uma dupla homenagem ao novo keeper do Benfica e depois de vestir todo de amarelo, decidiu não defender uma bola perfeitamente ao seu alcance, mas entrou e conta como os outros. No resto do jogo mostrou-se sempre com vontade, algumas displicências no início mas corrigiu na segunda parte também com o reposicionamento de Souza que cobria as suas subidas, com Fernando a fazer o mesmo ao compatriota. Sempre disponível para ajudar na frente, continua a precisar de melhorar no passe porque parece nunca saber a força a aplicar à bola. Não é difícil, rapaz!

(+) Belluschi Nota-se que está com uma motivação diferente do ano passado. Este ano, quando os passes não lhe correm bem, o rapaz desata a correr atrás da bola como se amanhã chegasse o Armagedão, e essa nova atitude está a agradar aos adeptos. Se somarmos a isso a aparente boa forma física no início da temporada e temos um argentino renovado, pronto a roubar o lugar a Ruben que está ainda muito longe da forma mínima (ver em baixo).

(+) Castro Não é possível deixar de gostar deste puto. Está sempre a correr e, ao contrário de Mariano ou Tomás Costa, corre para os sítios que interessam. Agressivo q.b., só peca por não ser muito alto, mas compensa com o empenho. A maioria dos sócios gostam dele e eu também, e só espero que fique no plantel para poder crescer e ser mais vezes opção para o treinador.










(-) Centro da defesa Se Otamendi fôr tão bom quanto o pintam, especialmente nas qualidades de líder, é começar a perguntar-lhe quando é que quer jogar. É que hoje foi um festival de distracções, de displicências e de outras palavras começadas por "dis" como discussões e disleixos (eu sei como se escreve, mas assim bate certo com a fonética, deixem lá passar). Se Maicon já é pródigo nestes alheamentos do mundo ao seu redor e lhe admito algumas falhas porque é novo e porque lhe reconheço valor, principalmente no 1x1, Rolando não pode falhar. Tem experiência a mais para falhar. Ambos os golos do Genk acontecem por sua culpa, e o primeiro golo do Genk é de uma infantilidade extrema, com Rolando a nem sequer colocar o pé para tentar bloquear o remate do avançado. É uma defesa a precisar de um patrão, de um gajo que mande neles, que coordene aquelas mentes para nos voltar a transformar no bloco de cimento que serviu como exemplo de solidez defensiva durante tantos anos.

(-) Varela Medo, muito medo de meter o pé à bola, não conseguiu manter o ritmo do primeiro jogo contra o Benfica. Se Ukra recuperar a forma até Domingo, talvez seja de equacionar colocar Varela novamente no banco, porque apesar de se desmarcar bem continua a falhar na recepção e na concretização.

(-) Ruben Micael Ainda está longe da melhor forma. Está lento, com medo de meter o pé e sem ritmo para jogar a 100%. Com Belluschi na forma em que está, Ruben não tem hipótese de ser titular.

(-) 1ª parte vs 2ª parte As primeiras partes têm sido bem mais fracas que as segundas, e tem de haver um motivo. Não sei se os rapazes entram nervosos ou, pelo contrário, confiantes em demasia, mas o que é um facto é que temos assistido consistentemente a segundas partes mais produtivas que as primeiras. Alguma coisa tem de estar a causar este comportamento.

(-) Impaciência O imbecil do fulano que se sentou hoje ao meu lado direito é, como ele próprio deve saber, uma besta. E como ele há muitos outros, que usam a velha tese do "eu paguei bilhete e exijo que eles joguem bem" como arma para insultar a equipa ao primeiro passe falhado. Alguns, como este parolo, chegam ao ponto de dizer: "Era os outros marcarem mais dois golos para eles ficarem mesmo fodidos e nervosos, equipa de merda, os jogadores são uma merda, o treinador é uma merda, são todos uma merda, nem sei o que estou aqui a fazer!". Pois, eu também não.

(-) Adeptos do Genk Uma cambada de anormais. Quando começaram a cantar ainda antes do jogo, fiquei surpreendido com a saudável quantidade que tinha vindo ao Porto. Nada mais errado. Nem dois minutos depois de começar o jogo e já estavam a lançar petardos por cima dos adeptos da bancada adjacente, cheia de Portistas. Atiraram uma tocha para o relvado e não percebo porque é que a polícia demorou tanto tempo a sacar os bastões e a encher aqueles imbecis de pesadíssima lenha. A carga durou pouco tempo mas acalmou-os. Quanto à intensidade das bastonadas, só se perderam as que caíram ao lado.


Poucos serão os jogos em que se pode experimentar à vontade sem grande receio de perder uma eliminatória. Permitindo-se alguma margem de manobra, o ensaio não correu tão bem como o esperado e o resultado acabou por ser, tal como na Bélgica, melhor que a exibição. Mas as experiências são assim, só espero que Villas-Boas tire as conclusões que achar por bem tirar e continue a trabalhar para a equipa continuar a melhorar. É que o próximo jogo é já no Domingo e vai ser bem mais tramado que este...

12 comments:

Orgulhoazulebranco disse...

Confere,confere,confere,confere,100% de acordo.Quando é que fazes um post sem pés na cabeça?xD

Por acaso nem tinha equacionado a importância de falhar um penalty em casa quando a equipa está a perder e estando no estado emocional em que Hulk está...e arrancou um hat-trick...poxa cara...

A defesa,a defesa...ou melhor,o centro da defesa pois o Sapunaru até está a fazer uns bons jogos,certinhos,mas aqueles dois senhores lá do meio têm que atinar,e rápido!É o único sítio onde eu não vejo evolução naquela equipa,quando encontrarmos avançados mais experientes e matreiros é bom que estejam na linha...
btw,espero que o certificado do Otamendi não demore uma eternidade a chegar...

ultrafcporto disse...

Um começo menos favorável para a nossa equipa, mas sem dúvida que depois dos percalços resolvidos, a nossa equipa foi e é arrasadora. Um Fernando que valeu por os 4 do meio campo sem dúvida excelente em campo. E um Hulk demolidor, mas ainda um pouco guloso. Venha a próxima fase da Liga Europa, mas primeiro a vitória sobre o Rio Ave é já o que importa, acumular + 3 pontos na tabela classificativa do campeonato nacional.

Cumprimentos,
Ultrasfcportomatosinhos

ultrafcporto disse...

Um começo menos favorável para a nossa equipa, mas sem dúvida que depois dos percalços resolvidos, a nossa equipa foi e é arrasadora. Um Fernando que valeu por os 4 do meio campo sem dúvida excelente em campo. E um Hulk demolidor, mas ainda um pouco guloso. Venha a próxima fase da Liga Europa, mas primeiro a vitória sobre o Rio Ave é já o que importa, acumular + 3 pontos na tabela classificativa do campeonato nacional.

Cumprimentos,
Ultrasfcportomatosinhos

joshua disse...

Fantástica perspectiva global do jogo e uma excelente observação dos jogadores. É impossível não estar em harmonia com os teus pontos de vista, Jorge. Abraço.

joshua disse...

O Hulk esteve em grande. Fará uma época excepcional tanto mais que o seleccionador do Brasil lhe fará a devida justiça.

dragao vila pouca disse...

Dragão intermitente.

Fases boas, outras más, bem no meio-campo e no ataque, problemas lá atrás, com os centrais a darem as abébias do costume, que ontem, infelizmente, tiveram consequências e lá se foi a virgindade.

Mas e isso é o mais importante, objectivo cumprido, um "score" que não deixa dúvidas e lá estamos na fase de grupos para tentar chegar o mais longe possível, quem sabe, até Dublin?

Hulk em grande, R.Micael abaixo do que sabe e quando Sapunaru é o melhor defesa...

Um abraço

Raul disse...

Bom Dia Jorge, excelente! Ainda que como poderá ver pelo meu primeiro post do dia, não pude ver o jogo, este post é o reflexo do que ouvi. Abraço.

Foot-blogclubdoporto.blogspot.com

FernandoB disse...

Bom dia amigos,

Há muito que venho referindo (outros Portistas tb), a absoluta falta de classe de Rolando, para jogar sem um grande DC ao lado...

É um bom homem, sério, mas a milhas do que precisamos...

Claro que os 2 DC de ontem, sabem que o Otamendi está cá, deu-lhes a angustia... Oxalá este Ota nos dê grandes alegrias...

Agora com aqueles 2 ...

Tiago Araújo disse...

Boas,
Hoje o FCPorto apresentou-se digno que merece continuar a vencer, estamos na Fase de Grupos e vamos ver quem nos calha na Fase.
Gostei do jogo, vi o jogo através do site oficial do fcporto e a transmissão não falhou nenhuma vez.

abraço

PS - em relação ao sorteio é muito acessível.

Dragus Invictus disse...

Boa tarde não vi o jogo,

O que sei é do pequeno resumo que vi, e do que li agora aqui.

Os dois golos sofridos pela nossa equipa, são inadmissíveis. Muito mal o centro da defesa na antecipação ao avançado que marcou por duas vezes.

Quanto ao Hulk ... bem este esquema de 4-4-2 dá-lhe mais liberdade de aparecer onde quer que seja, sempre lançado em velocidade pelos colegas de meio campo.

Estou de acordo que com a qualidade dos nossos médios, se calhar este esquema táctico vá-se afirmar, embora Villas Boas saliente a aposta no 4-3-3:

«Não é dúvida para ninguém que a opção da equipa técnica passa pelo 4x3x3. Culturalmente, o jogador português e os que jogam em Portugal estão mais habituados a essa táctica. Nesse sentido, é o sistema preferencial. Mas os jogadores são evoluídos e permitem fazer alterações como têm visto, até dentro do próprio jogo. Quando assim é, eu é que tenho de fazer a gestão de recursos».

Sei que este nosso Porto é tacticamente flexível, o que é uma enorme vantagem!

Passa em momentos do jogo de um 4-3-3 para 4-4-2 com enorme facilidade e sem perder qualidade, tudo fruto da qualidade técnico-táctica dos nossos centro campistas.

Relembro que Mourinho em 2003/2004 utilizava o 4-3-3 em Portugal, e 4-4-2 na Europa ... com os resultados que conhecemos.

O 4-3-3 permite meter mais velocidade e abrir o jogo contra equipas fechadas.

O 4-4-2 permite-nos controlar e dominar os jogos com mais consistência e mais posse de bola.

Este Porto promete ... mas há que corrigir os erros no centro da defesa.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Capo di tutti capi disse...

Não vi o jogo, e pelos vistos no meu Post cometi alguns erros relativamente ao público, mas já estou habituado ao pessoal que pouco percebe de futebol, e que vai para o futebol para berrar e se afirmar onde em lado algum o consegue.
Assobiam estupidamente, reclamam sem perceber e condenam sem julgar. Bem faz P.C, que nunca cedeu as pressões das bancadas para demitir ou escolher este ou aquele treinador. Quanto ao jogo, penso que o acesso à fase de grupos é agora uma certeza, nunca vi os jogos com o Genk como jogos a eliminar e fulcrais na passagem, considerei mais uma burocracia aborrecida.

Cumprimentos,
mentalitaultra.blogspot.com

Dragaopentacampeao disse...

Para quando uma nova exibição comparável com a da Supertaça?

Este FC Porto, continua em progressão lenta, alternando coisas más com coisas boas. Entram demasiado confiantes, lentos e desconcentrados. Esta atitude acaba por ter reflexos negativos, como se viu neste jogo frente a uma equipa que se apresentou bastante desfalcada. Não havia necessidade!...

Depois de acertadas algumas agulhas a normalidade aconteceu, com a maior classe e superioridade a virem ao de cima.

Fernando e Hulk foram as estrelas mais cintilantes da noite.

Inqualificável a atitude inicial dos adeptos belgas que mereceram por inteiro a carga policial para os pôr na ordem.

Um abraço

© 2008 Por *Templates para Você*