Jesualdo e o lixo.

Jesualdo foi treinador do meu clube nos últimos 4 anos, durante os quais venceu três Campeonatos, duas Taças de Portugal e uma Supertaça.

Por muito que não tenha concordado com as suas decisões, principalmente na última temporada em que esteve ao comando da nossa equipa, foi sempre um treinador que protegeu o grupo da melhor maneira que soube e que teve o apoio da Direcção para, tanto nos bons e maus momentos, sempre dispôr do tempo e dos meios para fazer o seu trabalho. Critiquei-o quando senti que devia e elogiei-o quando mereceu. Como as pessoas de bem devem fazer.

Ao fim de 9 jogos, o Málaga, etapa para onde prosseguiu a sua carreira, despediu-o. Nem teve tempo suficiente para se habituar ao ar da cidade, quanto mais a um campeonato novo com um estilo e uma competitividade muito próprias.

O que custa mais nisto não é o despedimento em si, porque estou certo que Jesualdo saberá seguir em frente. O que é mais ridículo é ver o regozijo com que um grande número de indivíduos, blogs e sites afectos a outros clubes que não o FC Porto estão a tratar este assunto. Os ódios mesquinhos, como são impossíveis de terminar de uma forma permanente, deviam pelo menos ficar pela fronteira. É por estas e por outras que esta gente é, numa palavra, lixo.

5 comments:

Miguel disse...

Ora bem... Já se sabe que há vários tipos de pessoas neste mundo.

Normalmente, uma vez saídos cá do burgo até costumam levar com bastantes elogios, mas contra este devem ter algo mais contra...

A inveja está-lhes no sangue...

Revolta FCP disse...

Sou pessoa de julgar sempre pela mesma tabela, ou, pelo menos julgo-me uma pessoa coerente.


Nunca fui grande fã do Jesualdo. Sempre achei que não era um treinador á Porto. Atacava pouco e defendia o 1-0 e isso é algo que não gostava de ver o meu clube a fazer. Mas foi eficaz... e isso não lhe podemos tirar.


Em determinadas alturas foi mesmo desamparado e não teve á sua protecção uma direcção mais forte, que o deixou na frente de batalha a defender o pelotão, da maneira que podia e que sabia.


Como o Jorge indica (porta 19) são muitos os que agora aproveitam o despedimento.


Há já muitos que contestam que isso prova que o FC Porto é uma fábrica disto e daquilo, que quando saem do clube os treinadores já não ganham, que isso é fruto de falta de verdade desportiva... tens razão Jorge, isso é lixo.

O Jesualdo não merece ser tratado desta forma e muito menos o clube...

Aliás, todos sabemos que depois do Porto nenhum treinador ganhou nada...

Luis disse...

Essa gentalha vive com o mal dos outros,acho que está tudo dito!

penta1975 disse...

... serão sempre medíocres. enfim...

Domingo lá estaremos no Dragão para, assim espero, os chamarmos à Razão ;)

abraço

João Castro disse...

No Fórum SomosPorto, deixei este texto que gostaria de partilhar, se o Jorge deixar, com os seus seguidores aqui do magnífico Porta19:

Carta aberta ao meu querido Juju

Os meus pêsames Juju, se me tivesses ouvido tinhas feito uma retirada em grande há 2 anos atrás, Tri-campeão Nacional, algo que nunca terias conseguido com o teu clube de coração, se calhar nem sonhado.
Seria o reconhecimento máximo pelas décadas de trabalho que fizeste em prol do Futebol Português, por vezes na sombra mas sempre com qualidade, hombridade e profissionalismo.
Ao renovar no Porto, fizeste com que uma grande falange de teus admiradores te detestasse, mesmo in Porto, saiste pela porta pequena do Dragão, e agora levaste um chuto de um Shek Almacambique qualquer que pensa que comprar um clube de Futebol é igual a jogar FM...

Pena pois não merecias, mas é a vida, pelo menos das duas uma, retira-te e termina o sofrimento ou então vai lá para Angola ganhar um título, se até o Álvaro Magalhães ganhou não deve ser díficil!!

Mais uma vez muito obrigado pelo Tri, e muito Boa Sorte, estás na minha lista de louvores e toda a Nação Portista te deve um grande reconhecimento.

© 2008 Por *Templates para Você*