I sense a disturbance in the Force

Tenho lido vários comentários e ouvido conversas de muitos portistas que têm criticado a forma de jogar da equipa nos últimos dois jogos, tanto em casa frente ao Portimonense como fora na vitória contra o Moreirense. Como é normal nestas alturas, quando a equipa joga um bocadinho abaixo do que tinha vindo a fazer num passado bastante recente, a malta começa rapidamente a enervar-se e a servir como profetas da desgraça, anunciando o fim iminente da saga até agora vitoriosa no campeonato. Malta, nem sempre é possível jogar a 100%, com as coisas a saírem direitinhas e as goleadas a surgirem.

O que Villas-Boas e a equipa sempre precisaram e continuam a precisar é de estabilidade, de alguma calma e de menos pressão da parte de dentro quando comparada com o que temos recebido da parte de fora, com constantes notícias sobre saídas de jogadores no mercado de Inverno (reparem que todo o tridente ofensivo que tantas alegrias nos tem dado este ano já levou com selos de "interesse" e "movimentações"...a última foi de Varela que poderia estar a caminho do Manchester United...) e é exactamente devido a essa pressão mediática que temos de encarar alguns resultados menos avolumados com naturalidade.

Continuamos a ganhar, porra!

10 comments:

Romeu Silva disse...

Sou um "cliente" assíduo do blog embora este seja o meu primeiro comentário. Achei o assunto do post muito a propósito pois deparo-me, entre conversas, com as mesmas insinuações. Admito que o futebol jogado não seja tão espectacular mas afinal, os jogos foram contra equipas que jogam com 10 até metade do SEU meio campo e 1 na restante metade do SEU meio campo! Fica difícil... Eu cá acho que todos têm muito mérito na recuperação do clube que ainda o ano passado deixou muito a desejar em termos de competitividade (esquecendo todos os fenómenos adicionais já conhecidos).

Parabéns pelo blog, em especial pela clarividência de ideias.

Um abraço

Dragus Invictus disse...

Boa tarde Jorge,

Concordo plenamente contigo.

Nem sempre vamos jogar bem e ganhar por goleada.
Os portistas têm de se habituar a isso.
Os jogos também se ganham na raça, no arreganho, na força, tal como aconteceu por exemplo em Coimbra.

Ontem, tive de sair da beira do meu pai aquando do jogo. Ele é um dos tais que "eh pah já não jogamos nada", "isto está bonito, vamos perder com o Sporting" etc etc.
O Porto ontem jogou aquilo que o Moreirense também deixou jogar. Há que dar mérito aos homens de Moreira de Cónegos.

Eu confio plenamente no AVB e nos jogadores. Com o decorrer da época estão a surgir as lesões, e por isso há um abaixar natural da forma.

Quanto ao Emídio Rafael, não penso que a estreia tenha sido negativa, e por isso concordo que o tenhas colocado nos Baias. Foi o seu primeiro jogo com o peso de ter de se mostrar como alternativa a Alvaro, e claro falhou alguns passes, mas estou em querer que este jovem português ainda vai dar muito à equipa.

No jogo com o Portimonenses ouviram-se tímidos assobios.Isso é mau. Devemos apoiar esta equipa pois ela merece.

Abraço

Paulo

HOOLIGAN disse...

a cultura de exigência (só) é típica do adepto do Porto. mas sim, este ano estamos a exagerar.
mas convinhámos foram muitos anos de JUJU...dói.

Anónimo disse...

Na mouche. É impressionante como há Portistas que teimam em não compreender que uma equipa não pode fazer semana após semana exibições de encher o olho, pelas várias condicionantes envolvidas. Sem querer entrar em comparações (cada vez mais difíceis de fugir, é certo), certamente já não se recordam dos anos de Ouro com o sr. Zé muitos jogos destes houveram.

Seguimos perfeitos.

O habitual (leitor),
Sócio 17994

José Luís disse...

Ora!

Pois é mesmo, a malta é mesmo assim, passa da euforia para a depressão e vice-versa enquanto o Aladino esfrega a lâmpada. E não se lembra que nem sempre sai de lá o génio, senão era fácil!

Orgulhoazulebranco disse...

Taaaauuuuuu
Em cheio,caro Jorge.

Portista é exigente mas que tem ser paciente!

C-A-L-M-A a todos os níveis é que é preciso.Ainda não ganhamos nada nem vamos perder tudo só pq nos últimos dois jogos(que até foram vitórias)não jogamos nada de especial,jezzuus...

Luis Pinho disse...

Jorge, temos que tentar perceber várias coisas que são muito tuga:

A nossa herança genética; por norma o Português é uma pessoa negativa e sempre com medo do futuro (Em vez de dizerem que o Porto está a fazer grandes jogos e teve dois jogos menos conseguidos, mas contra o SCP vai regressar às grande exibições, agarram-se ao negativo e aqui vai disto, ai ai, vamos jogar assim contra o SCP e vamos perder e só ficamos com 7 pts de vantagem)

Medo do passado; apesar deste ano as coisas estarem a correr de forma excelente, tivemos uma época no ano passado desastrosa e mais uma vez, quando o FCP começa a fazer a gestão de esforço, o tuga pensa que vai voltar tudo para trás...

Teoria do caos, lei de murphy; O efeito borboleta que mt Portista tem medo está relacionado com as lesões, e segundo a lei de murphy, quando algo corre mal, tem tendência para piorar, apesar da lesão de Alvaro Pereira ter sido traumática (e não de esforço), o tuga está sempre à espera que isto piore, pq? Pq está no nosso sangue pensar assim, é o fado!!!

Não nos podemos esquecer é que o Fado é uma canção mais típica de Lisboa, aqui no Porto é mais o tango Argentino, o Samba brasileiro, e algo que se dance na Colômbia ;)

Viva o Porto e confiança, estamos a jogar bem e só se é campeão no final do campeonato, e não é preciso estar invicto

João disse...

Mainada!

Concordo plenamente contigo Jorge, embora não tenha visto o ultimo jogo, apenas ouvi o relato e foi um pouco sofrível. Mas lá está, jogar fora, rodar equipa, etc, etc.

Com os calimeros não vais ser a mesma coisa, até pq os níveis de motivação e concentração vão ser bem diferentes.

Por isso malta, vamos apoiar a nossa equipa! Embora não estejam sempre no quinzxe a zxero mode (como dizia o outro), estão a jogar mto melhor do que na era Juju.

Eu já tenho o meu bilhetinho para apoiar a equipa esta fim de semana e como disse qdo jogamos contra os lampiões, quero ganhar nem que seja por meio a zero! Se bem que uma vitória sobre os lampiões sabe melhor do que qualquer outra sobre os calimeros...

Grande Abraço,
João

reine margot disse...

Pois eu não concordo nada, e explico: eu sei quando vejo um jogo bom, ou quando vejo uma merda de um jogo. E, não vou dizer que o jogo foi bom, porque se venceu. Nem vou dizer que o Walter é um substituto à altura do Falcao (bem, claro que a comparação aqui também seria sempre difícil...). Sei que de certeza o AVB também sabe disso e de muitas outras coisas que me passam ao lado.Mas eu não estou aqui a falar para ele nem para dar moral à equipe. Confio em ambos, como sempre confiei em todas as equipes e todos os treinadores.-Tenho que referir, que ao contrário de alguns que fizeram o enterro ao Jesualdo ainda a procissão ia no adro!-
Assim sendo, digam-me uma coisa, é verdade ou não é que foram dois jogos horríveis e maus? E será que foi bom nestas circunstâncias e apesar de tudo ganhar os dois jogos?
...

Jorge disse...

@reine: são jogos não muito conseguidos, é verdade. só marcamos 3 golos em dois jogos, mas foi raro o momento em que se questionou se os venceríamos ou não. temos de ter noção que esta equipa não tem 4 anos de rodagem mas sim 4 meses e é normal que de vez em quando haja um ou dois jogos em que se jogue menos bem. também já cá ando há algum tempo e já vi a minha quota parte de jogos bons e maus. mas parece-me que o pessoal anda a exagerar nas críticas tão cedo e ao fim de tão pouco tempo. as expectativas estão altas demais por culpa própria e sinto que é meu dever como opinador oficioso acalmar um bocado a malta...

© 2008 Por *Templates para Você*