Jornalisticidades

A football reporter in the provinces is in a position which is privileged yet at times almost impossible. He is privileged because representing the local paper is a golden key that opens most doors. You can build an unrivalled relationship with the manager and the players because you are in contact with them every day. A spurious intimacy evolves between you. You share so much with the characters you write about that you can pretty much corner the market in quotes.

Of course, that access comes at an exorbitant cost. Closeness to the team, and any emotional attachment to it, horribly distorts the line between candid reporting and scarf-waving support. Too many journalists succumb, seduced by the insider knowledge fed to them, and begin to identify with the glory or misfortune of their team. The football world soon divides into 'them and us'. It is all too easy to become overprotective or self-censoring, so that criticism is either wrapped in cotton wool or disguised in nebulous, worn euphemisms. Contacts become friends, and human nature takes over. You don't want to lose your place at the manager's table.

Duncan Hamilton
in "Provided you don't kiss me - 20 years with Brian Clough"

Se incluirmos a malícia que nasce dos comportamentos naturalmente humanos descritos por Duncan Hamilton, temos aqui uma descrição quase perfeita do que sucede com a maior parte dos jornalistas da nossa praça. Não há muito que pensar, é o que acontece com a naturalidade de um miúdo de 4 anos perguntar porque é que a mãe estava com dores e o pai a estava a tentar matar quando acidentalmente abre a porta do quarto numa altura indevida. É chato e toda a gente preferia que não acontecesse...mas agora não há nada a fazer. Os lados foram tomados e não há hipótese de inverter as posições. Só temos de os aturar.

EDIT: Não querendo tornar o post muito político e menos ligado ao futebol, temos um bom exemplo sugerido pelos comentários a este mesmo post no vídeo que podem encontrar neste link. O programa é "A Voz do Cidadão", emitido na RTP este sábado à noite. Obrigado pela sugestão, rapazes.

3 comments:

Bart Simpson disse...

Não tem nada a ver com este assunto, mas deixo aqui um aviso à navegação: o programa de hoje na RTP do Provedor do ouvinte, falou sobre as queixas relativas ao facto de o alinhamento do Telejornal estar sempre centralizado nos assuntos sobre Lisboa no geral, e sobre o Benfica em particular. Para o próximo Sábado, e tanto quanto percebi, o programa do Provedor vai falar sobre o Trio de Ataque.

Nelson Machado disse...

Proponho ao Jorge que faça um acrescento ao post pondo o vídeo falado pelo "Bart Simpson".
Ao contrário do que ele diz o programa "Voz do Cidadão" desta semana tem tudo a ver com este post.
Fica bem demonstrado no programa que a maneira de fazer televisão em Portugal é como a descrita pelo Duncan Hamilton.

Bart Simpson disse...

@Nelson Machado.
Im so sorry. É obvio que tem tudo a ver com o texto do Duncan Hamilton.
Eu fiz copy+past do texto que escrevi no blogue do Vila Pouca (Dragão Doente) e passei para o do Jorge (Porta 19), porque queria avisar a malta portista.
Apresento as minhas desculpas por não ter lido o texto colocado pelo Jorge, antes de ter "postado" o meu aviso à navegação.
Cá vai um xi-coração para a malta azul e branca!!

© 2008 Por *Templates para Você*